9 de dezembro de 2012

Eu reformei com papel contact

Já faz um tempinho que postei aqui algumas ideias para renovar a casa ou os móveis com papel contact, Decorando com papel contact, e eu acabei fazendo em casa algumas pequenas reformas e renovações e quero lhes apresentar o resultado.

A minha comoda era simplesmente horrenda dessa cor. Ganhei ela no meu aniversário de 15 anos, veja só... a coitada já está velhinha mesmo e precisando ser substituída... ops, nada disso, apenas reformada, sem sujeira e sem cheiro de tinta, como? Com papel contact... olha como ficou:


Além de aplicar o papel contact branco em todo o móvel, com a ajuda do marido ;) também trocamos os puxadores, isso foi ideia dele. Gastei uns R$ 25 com o papel (mais ou menos 5 metros) e uns R$ 30 com os puxadores, (em torno de 2,90 cada um).


O criado mudo foi a mesma coisa, era feinho e escuro e ficou branquinho. Não trocamos os puxadores, os antiguinhos ainda estavam bonitinhos.


 
 
No armário a mudança não foi tão radical, ele já era branquinho, mas resolvi dar um toque colorido com o papel contact lilás de bolinhas. Forrei o fundo e as prateleiras internas com contact.
 
 
 
Neste móvel o trabalho foi um pouco mais pesado (rsrsrs), eu resolvi que esse rack era muito feio. Aquelas abas dele eram desajeitadas e acabavam atrapalhando, aí desmontei ele e transformei numa mesinha para o forno elétrico ou microondas. Depois disso forrei com papel contanct branco, e a faixinha em lilás foi para cobrir a emenda do papel. Dessa vez o marido não ajudou, demorei uma manhã para fazer (enquanto ele estava no trabalho!).
 
 
 
 
E então gostaram? Mãos à obra!
 
 
Uma dica: Não comprem papel contact da marca VMP-TAC, pois é uma verdadeira porcaria, o papel que protege não solta direito quando a gente quer colar, e acaba rasgando. É uma droga mesmo gente, eu só estou postando aqui no blog porque fiquei com muita raiva, foi dinheiro jogado fora. Quando fui usá-lo ele não desgrudou direito e ficou cheio de resíduos do papel protetor no contact. Vejam só:
 

 
 
Postar um comentário