9 de julho de 2014

Te respondo já, não deixo pra depois


 
Te respondo já, não deixo pra depois

A pergunta que eu vi compartilhada no facebook foi “Qual a sensação de gastar 30 bilhões (que poderiam ser gastos em saúde, educação e segurança) em uma festa de apenas 30 dias e ainda ser humilhado no esporte?”, te respondo já, não deixo pra depois:
A sensação é que o Brasil se encheu de entrangeiros, que gastaram seus dólares com nossos hóteis, restaurantes, táxis, lojas e etc... e viram de perto como o povo brasileiro é simpático e sabe receber. Esses turistas vão voltar para seus países e dizer como o Brasil é bonito, e seus amigos virão visitar o Brasil daqui alguns meses ou anos.
Não sou a favor da Dilma, nunca votei nem vou votar nela, mas não confundam as coisas. A copa é nossa, porque nós estamos dando a festa, nós estamos recebendo os outros países de coração aberto e em troca eles deixam muitos dólares e euros girando na nossa econômia.
Primeiro: A copa, os estádios e blá blá blá são uma coisa, a saúde, a educação e a segurança, outra. São coisas separadas. “Mimimi” poderiam investir esses 30 bilhões (nem sei se esse número está correto) em hospitais, escolas.... mimimi... Atire a primeira pedra quem trabalha e gasta seu dinehiro só com as necessidades básicas. Isso aí, você mesmo, que deixou de pintar as paredes da sua casa porque gastou o dinheiro com uma viagem. Ou você que deixou de comprar um eletrodoméstico novo, pra substituir aquele velhinho e estropeado, e usou o dinheiro num churrasquinho com cerveja. Ah meu povo, por favor! Até eu, tô sem peneu reserva no meu carro, mas comprei aquele sapato lindo que eu não precisava. O tiozinho que mal consegue sustentar os filhos, mas reserva um trocadinho pra ir no Maracanã ver o jogo do Flamengo. É na natureza humana divertir-se, é necessário lazer.
Eu sei e concordo que precisamos urgentemente de saúde de qualidade, educação de qualidade e segurança de verdade (onde a policia tenha autoridade pra prender bandido, sem precisar se subter ao julgamento da mídia), mas esse dinheiro que foi investido nos estádios provavelmente não iria pra saúde-educação-segurança... Concordo que não precisavam ser tantos estádios. Que não tem lógica uma arena em Manaus, nem em Brasília, nem em Pernambuco, mas agora já está feito, não tivemos competência pra reclamar na hora certa, o negócio agora é olhar pra frente.
Segundo: A grama do vizinho sempre é mais verde. A Alemanha, meu povo, não é perfeita, nem os Estados Unidos, nem a Espanha, nem a Holanda, tá talvez a Holanda. Eles também tem problemas e pobreza. Não lembram alguns meses atrás os noticiários anunciando a crise européia? Os Estados Unidos bombardeando Afeganistão e morrendo de medo da AL-Quaeda. Crise econômica, escandâlos, pobreza, isso tem em todo lugar.
E o que dizer da Bósnia e Irã que vieram jogar a copa? Países que foram devastados por guerras, e o povo está feliz e contente por vê-los disputando a copa. Com certeza lá também precisam de hospitais, escolas, segurança, e foram gastar dinheiro com preparação e viagem da seleção para o Brasil, que absurdo né? (!)
Terceiro: “O que adianta gastar se foi humilhado ao perder o jogo, passou vergonha.” Ah, me poupem. Se o Brasil ganhasse a copa iriam dizer que foi comprada. Jogo é jogo, é assim mesmo. Tá bom que perder de 7 x 1, foi lavada, mas deixa a vergonha para os jogadores que ganham milhões por mês e foram incompetentes em seu trabalho. Nenhum jogador é herói, eles recebem uma boa grana, jogar e ganhar não é mais que a obrigação deles. Os jogadores alemães cumpriram sua obrigação. Os jogadores brasileiros tem que levar aquela chacoalhada do chefe, e se necessário assinar a “cartinha de aviso prévio”, com o emprego da gente não é assim? É só a CBF colocar a plaquinha na porta, “aceitamos currículos”. Eu não estou com vergonha de ser brasileira, por causa da derrota no jogo não.
O Brasil perdeu o jogo, mas tá ganhando muito no giro da economia. E poderia ganhar muito mais se nossa imprensa não fosse tão depreciativa. E feio? Sabe o que é feio? Sabe o que é vergonhoso? Um bando de vagabundos depredando o patrimônio público, saqueando lojas e quebrando bancos dizendo que isso é protesto, isso sim é muito feio. A polícia sem poder reagir porque tem medo do que a mídia vai dizer, e essa mesma mídia protege vagabundo filhinho de papai, e vagabundo de favela também. Isso é feio.
Perder pra Alemanha foi a menor das vergonheiras. Feio é ser burro o suficiente pra fazer protesto contra a copa, um mês antes da copa.(!) Quem não queria copa devia ter protestado quando o Brasil se candidatou a ser país sede. Feio e vergonhoso é ser uma pessoa medíocre influenciada pela mídia, principalmente pela TV, e a toda poderosa Globo. Note-se que eu disse “pessoa medíocre” e não povo medíocre, porque ao contrário de tanta gente, que gosta de generalizar, o fato é que povo brasileiro tem cultura sim, e nem todos são esses bocós, como querem que acreditemos.
Quarto: Perder faz parte do jogo. Humilhação seria sair quebrando tudo, torcedores invadindo campo, jogadores brigando, torcidas organizadas que vão para os estádios fazer baderna. Humilhação é brasileiro ir para a Bolivia atirar rojão e matar o menino no estádio, disso eu tenho vergonha.  Falta de educação e respeito, isso seria humilhação, mas o Brasil está provando que vem evoluindo, e que merece a confiança dos estrangeiros para virem conhecer nosso país, provar nossa comida, fotografar nossas paisagens.
Enfim, continuo torcendo pela seleção brasileira, com o jogador A, ou com o B, sei lá, tanto faz, estou torcendo pelo Brasil. E também torço pelo Brasil no vôley, no basquete, na corrida, na canoagem, no hipismo e até no beisebol (o Brasil tem time de beisebol???), porque sou brasileira, simples assim. E também estou torcendo para o Brasil crescer economicamente, aumentar as taxas de escolaridade e de renda per capta. Baixar os índices de criminalidade, de pobreza. Ganhar um Nobel (neste caso um brasileiro). Estou torcendo pelo Brasil sempre, em todas as áreas.

 #Brasil #Alemanha #Worldcup #Copadomundo #TaTendoCopa

Postar um comentário