5 de junho de 2014

Resenha: Cretino Irresistível



Como o próprio nome diz, ele é irresistível e eu não pude resistir à tentação de comprar esse livro! (que piadinha sem graça).
Mas falemos do livro: Esse livro conta a história de Bennett Ryan, o cretino, e Chloe Mills, a estagiária, e é basicamente um livro picante. Erótico.
Bennett (que de cretino não tem nada, na minha opinião), é executivo da empresa de comunicações da família, e Chloe está cursando seu MBA e seu projeto é exatamente uma das contas na qual trabalha com Bennett, por isso ela é a estagiária, mas não é uma reles mortal e pobretona. Chloe é queridinha pela família de Benett e ele sempre a tratou com distanciamento, sendo um grosso, insensível e extremamente exigente com ela, até que.... bom, até que Bennett pega ela de jeito na sala de reuniões da empresa. Simples assim.
Aí começa aquele joguinho de te odeio, mas não te largo. Eles não podem se encostarem que o fogo é avassalador, em qualquer lugar. 
Em qualquer lugar mesmo.
Então você vai me dizer: “Poxa, mas é um livrinho raso cheio de cenas de sexo.” Pois é, não vou negar que seja, mas até que o livro é bem legal. A história mesmo picante é romântica e bem escrita, nada muito profundo em personalidades e descrições de ambientes e paisagens, mas é gostoso de ler, e a gente torce pelo casal. É um livro pra distrair, dar risada e se inspirar (se é que me entende!). Mas eu gostei, tanto que também já li o segundo da série que é: Estranho Irresistível.   
Outra coisa legal é que o livro é escrito em primeira pessoa – eu geralmente não gosto muito da escrita assim, porque a gente só sabe o que se passa na cabeça de um personagem – mas esse é escrito em primeira pessoa pela mocinha, e pelo mocinho, os dois narram a história, um capítulo de cada, e aí ficou bem bacana. 
Cretino Irresistível vai virar filme, foi o que eu soube aí pela internet, parece que as autoras já estão preparando o roteiro.

Trechos:

“- Desculpe, sr. Ryan – eu disse, deixando escapar um pouco de veneno na voz. – Eu entendo o sacrifício que foi para o senhor usar um fax e atender ao telefone. Como já disse, não vai acontecer de novo.
- Exatamente, não vai mesmo – ele respondeu, com o sorriso pretencioso firme no lugar.
Se pelo menos ficasse de boca fechada, ele poderia ser perfeito. Um pedaço de fita adesiva resolveria o problema. Eu tinha um rolo no meu armário que às vezes eu pegava e acariciava, pensando que um dia eu poderia fazer bom uso dele.”

“Com aqueles olhos ainda presos aos meus, ele começou a deslizar a mão mais para baixo. Seus dedos percorreram a coxa até a barra da saia. (...) Eu soltei um suspiro entrecortado, de repente me sentido como se estivesse derretendo por dentro. Como eu poderia deixar meu corpo agir daquela maneira? Ainda queria lhe dar um tapa, mas agora, mais do que isso, eu queria que ele continuasse.(...)"


“Nove meses. Nove meses de infinitas fantasias sobre uma pessoa que eu nem queria. Bom, isso não é completamente verdade. Eu a queria. Eu a queria mais do que qualquer outra mulher. O grande problema era que eu também a odiava. E ela me odiava de volta. Quer dizer, ela realmente me odiava. Em todos os meus 31 anos, nunca conhecera alguém que me irritasse tanto quanto a srta. Mills.”





Sinopse:

Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso!
Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennett Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração – e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennett acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, provocadora e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra – ou quebrá-la de uma vez – para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennett e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.


 
Postar um comentário