12 de novembro de 2013

Máquina Lava-louças

Tomei uma decisão muito séria em minha vida: vou reformar a cozinha!
Eu e marido estávamos, já há algum tempo pensando em trocar de apartamento. Como eu trabalho na área estava de olho em algum imóvel que nós gostássemos e que coubesse em nosso orçamento. Até fomos olhar alguma coisa mas é dificil encontrar. Os apartamentos de bom tamanho, não quero dizer grande, só de tamanho razoável, 2 quartos e etc, são absurdamente caros. Os apartamentos mais baratos são bem menores que o meu, (e eu que achava que o meu era pequeno!), e a maioria das vezes, como cômodos muito mal distribuídos, teve um que a área de serviço era um quadrado na cozinha, sem janela nem nada!
Eu achava que nosso apartamento é pequeno, mas depois dos vimos, fiquei feliz com o que tenho.
Então diante disso, resolvemos ficar com nosso "AP" mesmo, por enquanto, e foi aí que decretei, se vamos continuar aqui, preciso dar um jeito nessa cozinha e área de serviço!
Falei sobre minhas ideias, de colocar uma porta de vidro para separar a cozinha da área de serviço, fazer uma cozinha sob medida (a nossa é simples e antiguinha, da época do ajuntamento... e que se mudou com a gente as 4 vezes que mudamos de casa), e ele já se empolgou, disse que trocaria o piso, mudaria a posição do fogão, (tem que alterar o gás) e etc... aí eu falei que também queria uma máquina de lavar louças... a ideia da máquina é recente, botei isso na cabeça a pouco tempo, mas já que vamos planejar a cozinha, já vamos planejar com tudo o que tem direito!
Marido, primeiro perguntou o que eu ia fazer com uma lava-louças? Com aquela cara de bocó que todo marido sabe fazer quando não quer concordar com a gente. Aí eu respondi que "decerto ia costurar com ela!!!", então ele tentou o segundo argumento: "Mas pra quê? É tão fácil lavar a louça na pia." E eu rebati com aquela resposta infalível: Então por que você não lava?
Pronto! O convenci a comprarmos a lava-louças!!!
Comecei a pesquisar sobre isso, pois não tinha a menor ideia de como escolher uma lava-louças, e a gente sempre ouve aquela história de que elas não são boas, gastam muita água, muita luz, não lavam bem a louça, não lavam panela, a instalação é complicada e assim por diante.
Encontrei esse site que foi muito útil, com 10 mitos sobre maquinas de lavar-loucas, tirou minhas principais dúvidas. Também falei com minha amiga que mora nos Estados Unidos há 6 anos, e sei que lá é muito comum, mas nunca tínhamos falado nesse assunto. Perguntei a ela se ela tinha uma, e o que achava, ela disse que não vive sem sua lava louças, e que lá é estranho quem não tem uma em casa. Ela acabou com o restinho de medo que eu tinha de comprar uma. Falou que é ótima, lava e seca super bem, que lava as panelas, travessas e etc. E que, para não gastar muita energia, ela espera acumular bastante louças para depois ligar. Finalizou dizendo que eu não iria me arrepender se comprasse uma.
Depois de pesquisar preços, tipos e tudo mais, o marido achou que devíamos comprar antes de mandar projetar a cozinha, pois ter as medidas seria importante, então compramos a máquina de lavar louças, e junto já adquirimos um fogão de mesa ou cooktop, que achamos ficar muito melhor na nova cozinha, do que o fogão normal, principalmente porque não temos muito espaço, e não usamos o forno mesmo!
Optamos por uma lava-louças pequena de seis serviços, além de ser menor, se adaptando melhor ao nosso problema de espaço, também é uma das mais baratas. Preferi Brastemp (tenho um pé atrás com electrolux... sei lá, nosso santo não bate). Então o modelo que escolhi foi esse, custou R$ 890,00:



É claro, óbvio e lógico que não dava para esperar a cozinha nova para, digamos que "testar" a lava louças, portanto instalamos ela na área de serviço, ao lado da máquina de lavar roupa, para aproveitar a mesma instalação de água e esgoto. Foi bem simples, o marido teve apenas que comprar alguns adaptadores dos canos para poder deixar a entrada e saída de água disponíveis às duas máquinas, foi bem mais fácil que achar o adaptador para a tomada de 20 amperes da lava-louças. Como cada eletrodoméstico que a gente compra vem com uma tomada macho diferente, que por sua vez, é diferente das tomadas fêmeas e adaptadores que temos em casa, tive que sair em busca de um que desse certo, e... para dar certo estou usando 3 adaptadores um no outro até chegar a tomada!!! Mas na reforma da cozinha, já providenciaremos uma tomada específica para a lava-louças.
Bom, aí vem a pergunta...será que eu gostei? Funcionou direitinho? Lava toda a louça sem problemas?
Olha, eu não gostei não... eu amei! Não sei como vivi tanto tempo sem uma máquina dessas.

Eu adoro cozinhar, sempre, não acho ruim, amo mesmo, mas já deixei de cozinhar quando estava com preguiça de lavar a louça, já optei por fazer um cafézinho com pão de jantar só de medo de pensar em quantos pratos, talheres, formas eu teria que lavar depois. E agora meus problemas "seacabaram"!
A máquina lava super bem, e quando está só nos dois em casa, não a uso todo dia, deixo a louça acumular de 2 ou 3 dias para lavar. E quando estou em casa, tipo fim de semana, não uso a secagem da máquina, deixo lavar e depois abro a tampa e espero a louça escorrer, como a gente faz na pia com o escorredor de louças. Isso economiza energia e líquido secante.
O sabão de lava-louças é caro, mas dura bastante, e o líquido secante então nem se fala, no manual vem bem explicado. Calculei que, no ritmo lá de casa, uma caixa de sabão deve durar uns 2 meses e o secante uns 4.


Então é isso... me sinto realizada com minha lava-louças (risos), unhas mais bem cuidadas e mais tempo para meus livros de romance e minhas  revistas de decoração.
Vou continuar postando sobre a reforma da cozinha, por enquanto estou no aguardo dos orçamentos das lojas de móveis.
Postar um comentário