18 de julho de 2013

Buenos Aires (junho/2013) - parte 2

Parte 2 - Primeiro dia em Buenos Aires


Nesse dia acordamos cedo, fomos conhecer o café do hotel, que já postei fotos no post anterior, e ficamos aguardando na recepção a pessoal que nos buscaria para o city tour.
A guia de turismo era ótima e falava português fluentemente. Fomos de ônibus, mas foi bem legal. Abaixo fotos tiradas durante o city tour.
 
Faculdade de Direito de Buenos Aires
 
Floralis Genérica
 
Monumento que eu não lembro mais o nome
 
Esta é a embaixada do Brasil em Buenos Aires

Teatro Colón

Imagem de Evita Perón voltado para os bairros mais pobres da cidade
(pelo outro lado do prédio, tem outra imagem da Evita, com a cara mais fechada olhando para os bairros ricos)


Plaza de Mayo

Casa Rosada
 
 
 

Catedral de Buenos Aires - onde o Papa Francisco trabalhava antes de ser Papa
A Catedral está em reforma e restauração.

Pombos na Plaza de Mayo

Banco de La Nación Argentina

Congresso Nacional

Puerto Madero

Ponte de La Mujer - Puerto Madero

Essa construção a guia não explicou direito, mas deve ser uma mesquita ou algo assim
Ela se referiu como: A casinha do Aladim :)
 
Tango no Caminito

Caminito

El Gaucho no Caminito
 

A guia nos ofereceu mais passeios para os outros dias, mas preferimos fazer por nossa conta. Todos dizem que Buenos Aires é uma cidade plana e que você pode andar a pé para cima e para baixo, e é verdade.

No city tour teve outra surpresa. Foi contrato apenas o passeio, que nos buscava no hotel as 9h e nos deixava no último ponto turístico visitado por volta do meio dia. A surpresa foi que após o término do passeio fomos almoçar no Café de Los Angelitos, http://www.cafedelosangelitos.com , um café que tem mais de 100 anos, bem típico e histórico, que tem restaurante e anoite abre com jantar-show. Um ambiente muito lindo e aconchegante, tudo em estilo, acho que colonial, tem monogramas nas tolhas, cortinas, guardanapos e na louça. Após o almoço abriram o palco e um casal de dançarinos chamou alguns voluntários para aprender a dançar tango. Foi bem divertido.


Café de Los Angelitos
Essas fotos eu tirei do site, pois as minhas ficaram ruins!


 
 
 
Sobremesa do Café de Los Angelitos
Essa foto é minha!

Povo tentando aprender tango
Essa turma aí eram todos brasileiros!

Professores e alunos fazendo "a pose do tango"
 

Esse foi o último ponto do city tour, e de lá cada um voltava para o hotel por conta própria. Como o Café de Los Angelitos, fica bem no centro, aproveitamos para passear mais. Fomos ao Obelisco, passeamos pela Avenida 9 de Julio, que é a avenida mais larga do mundo, passamos pelo Café Tortoni,  um café que faz parte da história de Buenos Aires.  E na volta para o hotel passamos rapidamente pela Calle Florida (Rua Florida), mas deixamos para visitar as lojas em um outro dia, apenas tomamos um café num restaurante simpático, que já não lembro o nome. E, que café da tarde, comemos a famosa Parrilla, provamos um Bife de Chourizo (que no Brasil é equivalente ao contra-filé). A restaurante era super bonitinho (por que eu não tirei foto???) e tinha mesinhas na calçada também, mas estava muito frio, e preferimos comer lá dentro mesmo.

Avenida 9 de Julho
 
Obelisco
 

Café Tortoni
 
ônibus turístico da cidade
 
Artista de rua na Rua Florida 

Saímos da comilança e fomos direto para o hotel, pois as 8h o pessoal da agência passaria nos buscar para ir ao show de tango. Precisávamos tomar um banho, descansar da caminhada e dar um trato no visual para ir ao show ;)
Fomos de van para o show, junto estavam uns colombianos chatos, e uns argentinos bêbados.
Chegamos ao Senor Tango, tudo muito lindo. A casa é lindíssima, o ambiente muito bem decorado, não é moderno, mas é bonito. As mesas são para 8 pessoas, portanto, para o jantar, ficamos numa mesa acompanhados pelos colombianos chatos. A gente não entendia nada do que eles estavam falando, então eles falavam entre eles, e nós dois conversamos entre nós.
Tirando a parte dos nossos companheiros de mesa, o restante foi muito bom. O jantar foi servido antes do show. As opções eram carne de boi, porco ou peixe, acompanhadas de arroz e batata, vinho e torta de sobremesa.



 


 
Após o jantar iniciou-se o show. São vários casais fazendo performance de tango, o tal de Fernando Soler, cantando, entremeados por outras performances de dança e cantoria. No inicio tem uma apresentação rápida com cavalos e boleadeiras, contando a historia “del gaúcho”, habitantes pioneiros do pampa.



 

O show é lindo, as vezes fica cansativo, mas logo vem outra atração que te acorda novamente.



 

 
 

É encerrado com a previsível “Não chores por mim Argentina”, e aquela gravação do rádio dando a notícia da morte de Evita Peron.

Equipe de dançarinos

Final do show
 
Saímos do show passado da meia noite, mas valeu a pena. Li em muitos blogs que o show do Senor Tango é exagerado, que não tem nada a ver, muitos odiaram, e muitos também comentando que é excelente, que é o melhor show de tango, um espetáculo digno da Brodway, e etc. Eu achei sim um show meio exagerado, ou seria forçado?, em alguns momentos. Mas não me arrependo de tê-lo incluído no pacote, mesmo sendo bem caro. Se eu não fosse ao show, ia voltar para casa com aquele arrependimento, e ficaria pensando e pensando em como poderia ser lindo e em tudo o que eu perdi de ver.

Assim como existem os shows mais intimistas, muito recomendados, que eu gostaria de ter assistido, mas não deu. 
Postar um comentário