30 de setembro de 2009

Mais um capitulo

Já vi que esse blog, virou mesmo um diário... então vou escrevendo, escrevendo... escrevendo assim!!!
 Eu ganhei um buquê de flores do meu marido.... brigada marido te amo muito, muito, muito... e agradeço além do buquê de flores a sua paciência para me motivar e não me deixar desistir de tudo!!!
A foto é do buquê que ganhei. Na formatura correu tudo bem, foibem rápido e pra variar eu fui a primeira a ser chamada,mas estava calma. Ficou bem legal a beca e tudo o que se tem direito, tiramos bastante fotos, ínclusive essa aíem baixo onde estou segurando o diploma. No final minha mãe quase me fez chorar, nós somos muito choronas e juntas então,vixe rsrsrs Além dos meus pais e o marido, também estavam lá um casal de amigos, fiquei muito feliz com a presença deles. Então correu tudo bem, já estou formada.

 E Formatura sem mensagem não é formatura!!!


Achava que esta data era um futuro distante e que iria demorar a chegar. O tempo foi passando e se encarregando de gastar agendas e de estabelecer diferenças. O futuro chegou, dei graças a Deus por estar me formando. Mas breve estaremos tentando esconder de todos que estamos morrendo de saudades da universidade.
(desconhecido)


"Quando amamos e acreditamos do fundo de nossa alma, em algo, nos sentimos mais fortes que o mundo, e somos tomados de uma serenidade que vem da certeza de que nada poderá vencer a nossa fé. Esta força estranha faz com que sempre tomemos a decisão certa, na hora exata e, quando atingimos nossos objetivos ficamos surpresos com nossa própria capacidade."

(Paulo Coelho)



Aos Pais

                   A vocês, que me deram a vida e me ensinaram a vivê-la com dignidade, não bastaria um obrigado. A vocês, que iluminaram os caminhos obscuros com afeto e dedicação para que os trilhasse sem medo e cheia de esperanças, não bastaria um muito obrigado. A vocês, que se doaram inteiros e renunciaram aos seus sonhos, para que, muitas vezes, pudesse realizar os meus. Pela longa espera e compreensão durante minhas longas viagens, não bastaria um muitíssimo obrigado. A vocês, pais por natureza, por opção e amor, não bastaria dizer, que não tenho palavras para agradecer tudo isso. Mas é o que me acontece agora, quando procuro arduamente uma forma verbal de exprimir uma emoção ímpar. Uma emoção que jamais seria traduzida por palavras. Amo vocês!



Postar um comentário